Carrinho de compras
Seu carrinho está vazio

Atendimento

0

Frete Grátis

Em todos os pedidos acima de R$ 149,00

Pague com cartão

Em até 6x s/ juros

Programa de fidelidade

Ganhe pontos para suas próximas compras

Segurança

Loja protegida

Atualizando informações ...

Combo Doutrina Católica - Cônego Boulenger (3 vols.)

Marca: Editora Santa Cruz

Por:
R$ 264,90
Não disponível

Enviar
Avise-me quando estiver disponível
Descrição Geral

 

A Doutrina Católica ou Manual de Instrução Religiosa, é um verdadeiro clássico de Auguste Boulenger (Cônego na Catedral de Arras, norte da França), destinado ao ensino da religião católica.

O livro foi escrito na França em 1917, sendo  que a 1ª edição no Brasil foi publicada em 1927. A edição brasileira utilizada pela Editora Santa Cruz data de 1949.
A obra completa consta de 3 volumes, divididos em lições:
— O 1º volume contém 20 lições, sobre os Dogmas da Doutrina;
— O 2º volume contém 18 lições sobre Moral, incluindo os Mandamentos da Lei de Deus e os Mandamentos da Igreja;
— O 3º volume inclui 15 lições sobre os Meios de Santificação, ou seja, a graça, a oração e os sacramentos, e 6 lições sobre a Liturgia, isto é, a celebração e calendário das missas, os edifícios das igrejas e as festas de Cristo e dos Santos.
 
No prefácio da edição original (em francês), o Cônego Boulenger explica seu método e a ideia norteadora deste Manual de Instrução Religiosa:
1° — Quadro sinótico: Para servir de lembrete, o quadro sinótico tem um duplo propósito. Antes da aula, ele deve dar ao aluno uma ideia dos assuntos que serão abordados no desenvolvimento. Após a aula, ele deve fixar na memória o que acabou de aprender. Mas antes e depois da aula, o papel principal do quadro sinótico é determinar claramente as divisões e contornos do assunto, para reduzir o material a um pequeno número de pontos essenciais, mais marcantes e fáceis de lembrar. Por isso, tomamos o maior cuidado, por um lado, para colocar o máximo de nitidez possível e, por outro, para evitar sobrecargas.
2° — Vocabulário: A ciência religiosa abunda em termos abstratos e palavras eruditas. Frequentemente, eles são usados sem a compreensão de seu verdadeiro significado, resultando em lamentáveis erros e confusão. Para remediar este estado de coisas, existem pouco mais do que duas maneiras: remova as palavras difíceis ou explique-as. Na primeira hipótese, não basta excluir, é necessário substituir: corremos então o risco de substituir uma palavra imprecisa por uma palavra difícil e privar a linguagem teológica de sua notável precisão. A segunda opção parecia preferível para nós. Antes de entrar no assunto da lição, portanto, consideramos como operação preliminar essencial, especificar o significado ou os diferentes significados de palavras importantes que poderiam ser mal interpretadas.
3° — Desenvolvimento: Antes de expor a doutrina católica, fizemos questão de, sempre que necessário, apontar seus adversários e, em particular, os mais recentes - protestantes, racionalistas, modernistas - porque não devemos esquecer que se “a verdade é eterna”, seus inimigos são não e que, para permanecerem os mesmos em substância, os erros, não obstante, variaram em forma. Portanto, não hesitamos em apresentar as objeções dos inimigos da Igreja, pelo menos nas questões principais, e procuramos encontrar as melhores respostas. Quanto à própria doutrina, temos nos empenhado em fornecer uma especificação substancial e exata. Concisão, clareza, ordem e sequência rigorosa de ideias e questões: essas são as qualidades de que temos estado constantemente preocupados.
4° — Conclusão prática: Apesar de ser apresentada de uma forma relativamente breve, não é que consideremos essa parte de importância mínima. Ao contrário, não há tarefa mais urgente do que formar o sentido religioso da juventude, mas parecia-nos que este trabalho seria mais bem executado pelo catequista e que as suas palavras compensariam facilmente o que falta a um texto frio e necessariamente incompleto.
5° — Leituras: Em geral, elas são tiradas da Bíblia: elas constituem, por assim dizer, o material para a lição anterior. Como a doutrina católica quase sempre se baseia nos textos do Antigo e do Novo Testamento, não poderia haver leitura mais proveitosa do que essas mesmas fontes de nossas crenças.
 
A intenção da Santa Cruz em editar essa obra responde à necessidade dos fiéis quanto ao conhecimento da verdadeira doutrina católica, ainda mais na confusão dominante nos tempos atuais.
O Papa São Pio X, há mais de um século, já demonstrava essa preocupação, em sua encíclica sobre o ensino da doutrina cristã (Acerbo nimis, 1905): “Entre os homens cuja inteligência está envolta na escuridão de uma espessa ignorância, não pode haver vontade reta ou moral pura. Aquele que anda com os olhos abertos pode muito bem se desviar do caminho certo e verdadeiro, mas aquele que é atingido pela cegueira certamente encontrará o perigo. Acrescente a isso que a corrupção da moral, onde a luz da fé não está totalmente extinta, deixa alguma esperança de correção, mas quando a depravação da moral e o desaparecimento da fé como resultado da ignorância são encontrados juntos, dificilmente há remédio e a estrada está aberta para a ruína final”.
 
Autor: Auguste Boulenger (1868-19??), cônego da Catedral da cidade de Arras (norte da França)
Editora: Santa Cruz
Número de Páginas: 1008 (Tomo I - 300 págs. / Tomo II - 280 págs. / Tomo III - 428 págs.).
Volumes: 3
Ano de Lançamento: 2021
ISBN-13: 9786587994253
Edição: 1ª
Encadernação: Capa dura com fitilho
Dimensões: 14 x 21 cm
Avaliações